IPA ao aprender uma língua: introdução à fonética

Imagine que você está começando a aprender inglês e dá de cara com as palavras “change”, “ball” e “hand” em um texto. Bem, a letra “a” está presente em todos os termos, mas ela representa diferentes sons em cada um deles.

O International Phonetic Alphabet está aqui para te ajudar a pronunciar corretamente todas as palavras que você ficar em dúvida (em todas as línguas)! O IPA é um alfabeto desenvolvido no século 19 por linguistas e pesquisadores, para representar com precisão a pronúncia dos idiomas. O objetivo era fornecer um símbolo único para cada som distinto em um idioma e padronizar a representação da linguagem falada, dessa forma, evitando a confusão causada pelas grafias convencionais usadas em todos os idiomas.

Attention! Abordaremos apenas os símbolos do inglês americano.

Se olharmos as transcrições das palavras do início do texto, temos os seguintes símbolos:

change: /tʃeɪndʒ/

ball: /bɔːl/

hand: /hænd/

Viu como a letra “a” foi produzida de três formas diferentes: /eɪ/, /ɔː/ e /æ/?

Para iniciarmos, algo que você precisa saber sobre sons fonéticos do inglês: as vogais são produzidas de forma livre, ou seja, não há nenhuma obstrução do som quando produzido; as consoantes, por sua vez, são produzidas de maneira em que o som sofre algum tipo de impedimento quando produzido.

Abaixo segue uma imagem com os símbolos fonéticos:

A imagem está dividida entre três partes: vogais, ditongos e consoantes. Abaixo, seguem-se breves explicações de cada uma das partes e exemplos para que você possa identificar o som nas palavras.

O que é mais interessante ao conhecer o IPA é a possibilidade de termos consciência dos movimentos que são feitos em nossa boca. A sua articulação de vogais e consoantes não será a mesma depois desta leitura (yay!)!!

VOGAIS

Existem apenas cinco vogais, mas elas representam o número de 20 sons diferentes em inglês, sendo eles classificados como:

Short vowels and long vowels:

São sons puros, ou seja, representam apenas um único som. Alguns exemplos de palavras que têm short e long vowel:

/ı/ sheep

/ɪ/ hit

/e/ bed

/æ/ bad

/ɑː/ hard

/ɒ/ shot

/ɔː/ short

/ʊ/ full

/uː/ school

/ʌ/ hut

/ɜː/ alert

/ə/ aloud

Nota-se que a diferença do som curto e longo refere-se ao símbolo /ː/, este mostra que a vogal será pronunciada de forma mais “prolongada”.

DITONGOS

São sons que combinam duas vogais juntas, por exemplo o som /e/ junta-se com o som /ɪ/ na palavra “pay”. Alguns exemplos de palavras que possuem diphthongs:

/eɪ/ take

/ɔɪ/ boy

/aɪ/ why

/əʊ/ know

/aʊ/ how

/ɪə/ here

/eə/ bear

/ʊə/ poor

CONSOANTES

As consoantes também representam um som único e classificam-se de acordo com as tabelas abaixo:

Fricatives:

São produzidos com uma aproximação entre os articuladores (órgãos utilizados para a realização do som, por exemplo: dentes e língua), que permite que o ar escape com certa fricção.

/f/ full

/v/ view

/θ/ think

/ð/ those

/z/ crazy

/ʃ/ shirt

/ʒ/ casual

/h/ hello

Plosives ou Stops:

Envolvem o completo fechamento dos articuladores, evitando que o ar escape. Após o fechamento, há a fase de liberação do ar.

/p/ purpose

/b/ build

/t/ train

/d/ drive

/k/ sock

/g/ flag

Affricates:

São as sequências de stop e fricative, ou seja, é uma fusão dos dois sons. Os articuladores juntam-se e então o estágio de liberação do som, produzindo, assim, a fricção.

/ʈʃ/ choose

/dʒ/ juggle

Nasals:

São sons em que a corrente de ar passa através do nariz. O que acontece é que a boca é fechada em algum momento pelos lábios ou pela língua, e a corrente de ar é expelida inteiramente pelo nariz.

/m/ room

/n/ turn

/ŋ/ thing

Approximants:

Estes sons são similares aos sons de vogais, porque não bloqueamos a corrente de ar totalmente. Como assim? Deixa eu explicar melhor: o som /j/ é similar a posição de articulação da vogal /i:/, com o som /w/ acontece o mesmo, sua posição é similar ao som da vogal /u:/, já o som /r/ envolve um movimento da língua perto da crista alveolar.

/r/ roses

/j/ yellow

/w/ walk

-

Abaixo, seguem dois vídeos para aqueles que querem estudar e/ou conhecerem um pouco mais sobre PHONETICS!

VOWELS

CONSONANTS

-

Espero que ao ler este post, você não veja mais os símbolos fonéticos como algo impossível, mas sim, como uma forma de melhorar sua pronúncia na língua inglesa!

See you, folks!



Fontes:

http://www.nativlang.com/linguistics/ipa-pronunciation-lessons.php

https://www.britannica.com/topic/International-Phonetic-Alphabet

https://custom-writing.org/blog/phonetics

https://www.londonschool.com/blog/phonetic-alphabet/

Postado em 08 de Jan de 2020.

Compartilhe:


Receba novidades

Continue lendo

O que é um curso de imersão?

Afinal, você sabe o que é uma Imersão? A gente te explica!

Ler mais

Qual a diferença entre aprendizado e aquisição?

Entenda o método que o The Fools utiliza para dar um boost no seu Inglês!

Ler mais