Três fatos sobre a origem do Natal

Você sabia que quando você e sua família se reúnem em volta da árvore de Natal, estão participando de tradições que remontam a milhares de anos? Muito antes do cristianismo entrar na história.

Tradições pagãs, ou não cristãs, aparecem neste tão conhecido feriado, como uma consequência dos primeiros líderes da igreja que fundiram a celebração do Natal de Jesus com festivais de Solstício de Inverno que existiam há muitos anos.

Leia algumas das origens surpreendentes do Natal e descubra por que o Natal já foi proibido na Nova Inglaterra.

1. Os primeiros cristãos tinham uma queda pelos pagãos

Os primeiros cristãos queriam converter pagãos, disse Shaw, mas também eram fascinados por suas tradições. Talvez seja por isso que as tradições pagãs permaneceram mesmo quando o Cristianismo se consolidou. A árvore de Natal é uma invenção alemã do século 17, mas deriva claramente da prática pagã de trazer vegetação para dentro para decorar no meio do inverno. O Papai Noel moderno é um descendente direto do Pai Natal da Inglaterra, que originalmente não era um presenteador. No entanto, o Pai Natal e suas outras variações europeias são encarnações modernas de velhas idéias pagãs sobre espíritos que viajavam pelo céu no meio do inverno.

https://thefools.com.br/sobre-community

2. A Igreja demorou para aceitar o Natal nas suas tradições

Apesar da disseminação do cristianismo, os festivais de inverno não se tornaram Natal por centenas de anos. A Bíblia não faz referência a quando Jesus nasceu, o que não era um problema para os primeiros cristãos. Os puritanos, inclusive, odiavam o feriado. Foi somente após a Reforma Protestante que o Natal passou a ter uma significação diferente entre os cristãos.

Os festivais de solstício de inverno, com suas raízes pagãs, já eram amplamente celebrados. E a data tinha um ajuste filosófico agradável com festivais celebrando os longos dias após o solstício de inverno. Os cristãos, por sua vez, decidiram após muitos anos que se o sol nascesse em um determinado dia, provavelmente Jesus teria nascido no mesmo dia.

3. Os presentes são uma tradição nova (e surpreendentemente controversa)

Embora dar presentes possa parecer inextricavelmente ligado ao Natal, costumava ser que as pessoas ansiavam por abrir os presentes no dia de Ano Novo.

Foram uma bênção para as pessoas, fazendo com que se sentissem bem no final do ano. Não foi até a era vitoriana de 1800 que dar presentes mudou para o Natal. De acordo com a Royal Collection, os filhos da Rainha Vitória ganharam presentes de Natal em 1850, incluindo uma espada e uma armadura. Em 1841, Victoria deu a seu marido, o príncipe Albert, um retrato em miniatura dela quando tinha 7 anos; em 1859, ela deu a ele um livro de poesia de Alfred, Lord Tennyson.

https://thefools.com.br/sobre-community

Postado em 23 de Dec de 2020.

Compartilhe:


Receba novidades

Continue lendo

O que é o Saint Patrick's Day?

No Saint Patrick's Day ou, em português, Dia de São Patrício se comemora o santo que é o padroeiro da Irlanda. O país, também conhecido como Ilha Esmeralda, pelas planícies e cenários verdes de tirar o fôlego, se reúne em festa.

Os festejos na Irlanda acontecem com uma parada e desfile, com alguns carros alegóricos e grupos performáticos. A parada oficial passa pelas principais ruas de Dublin e, em todas as cidades do país pubs e ruas lotam de pessoas festejando.

Um fato interessante é que na Irlanda, diferente do Brasil, não se consomem cervejas verdes. Lá, as pessoas bebem as bebidas norma...

Ler mais

A véspera de ano novo em 5 países diferentes

Celebrações de três dias consecutivos, sinos tocados 108 vezes, até 12 refeições na mesma noite... Essas são algumas das tradições em diferentes países na véspera do Ano Novo.

Ler mais